Voltar ao site

NÃO TIRE CONCLUSÕES

O terceiro compromisso dos Toltecas

O terceiro compromisso é: "NÃO TIRE CONCLUSÕES"

Esse é o terceiro post da série sobre as 4 principais lições da filosofia Tolteca descritas no livro "Os 4 compromissos", de Don Miguel Ruiz.

Todo mundo tem um bichinho dentro de si que se acha o maior sabichão e ama tirar conclusões e presumir coisas. Você sabe que bichinho é esse né?

É a tal da Mente...

Funciona assim: a mente tem medo. Medo não, ela tem pavor de se sentir insegura, então ela precisa se precaver para evitar surpresas.
Além disso ela trabalha por associação. Você tem lá seu banco de dados, a memória, e é a ela que a mente recorre o tempo todo. Por outro lado, a mente é muito imaginativa, ela é super hábil em criar coisas que não existem e te convencer de que é a maior verdade.

Ou seja, a mente raramente está no presente.
Ou ela está reagindo conforme condicionamentos e crenças aprendidas no passado (memória) ou ela está deslocada para o futuro, imaginando coisas. Ela acha que assim vai te proteger.

Mas em que momento as coisas acontecem, no passado ou no futuro?
Em nenhum dos dois, elas acontecem no presente, exatamente aonde sua mente não está.

Eu não estou dizendo que os aprendizados ou a imaginação não sejam importantes, claro que são, mas precisam ser usados com sabedoria.

Quando uma situação nova se apresenta o melhor que você tem a fazer é estar no presente.
Não julgar, não tirar conclusões, não supor.
Observar, perguntar, conversar e sentir são as formas de você lidar com a situação no momento presente.

Tenho certeza que você já passou carão na vida por ter tirado conclusões sobre algo, agido em função do que você achou que fosse, para depois descobrir que não era nada daquilo, certo?
Pois é, geralmente essas conclusões geram dores, brigas, desconfortos, que poderiam muito bem ser evitados.
E pra piorar, não contente em tirar conclusões você ainda leva para o lado pessoal, acertei? Se sim, "volte 1 casa" - leia o post número 2 - "não leve nada para o lado pessoal".

Outra atitude comum que faz parte desse pacote é achar que o outro tem a obrigação de saber o que você quer, pensa sente.
Isso nos relacionamentos é muito comum. Você não diz, acha que o outro tinha que saber, cria expectativa. O outro não tem nem ideia do que está na sua cabeça, então não age como você gostaria. Você se frustra, se magoa e desconta no outro. Enfim, vira lambança.
Quem nunca?

NÃO TIRE CONCLUSÕES - compromisso seríssimo para quem quer levar uma vida mais leve.

Foco no momento presente = vida mais feliz.

Bóra então agora assumir esse compromisso com você mesmo?

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK